quinta-feira, 24 de março de 2011

TÚNEL DO TEMPO

Saul Oliveira foi quase tudo no Avaí: roupeiro, dirigente, presidente, jogador, e craque, além de treinador. Quem o viu jogando, afirma: era craque. Artilheiro nato, marcou 41 gols em clássicos diante do rival Figueirense. Isso em 45 partyidas disputadas com a camisa do Avaí, conforme consta no Livro de Jairo Roberto de Souza sobre o "Clássico de Florianópolis". Entrevistei o Saul várias vezes e sempre atencioso, querido, prestativo e de memória privilegiada. Saul Oliveira tornou-se um marco eterno para no nosso futebol.

2 comentários :

benedito assis(ditocola) disse...

Não tive o prazer de ver este craque jogar,mas tive o prazer de conhece-lo pessoalmente...parabéns Polidoro por resgatar esta foto de um dos grandes maestro do futebol brasileiro.

GiSevero disse...

Poli, vim aqui pra te desejar felicidades na nova vida que se inicia.
Que ao lado da Patrícia possas encontrar ainda muito mais alegrias e fico na torcida pelos Leõezinhos que virão!

UUUUURRRRRRAAAAAAAA POLI!